Celebridades

MC Biel de funkeiro famoso a abusador de mulheres

Parece que as coisas não vão muito bem pro funkeiro MC Biel. Após denunciar Biel por agressão e assédio, a modelo Duda Castro acabou servindo de exemplo para outras jovens que dizem ter sido vítimas do cantor entre os anos de 2015 e 2016, quando sua carreira bombava. Algumas, aos poucos, estão quebrando o silêncio para expor o comportamento do funkeiro.

Reprodução G1

As moças ainda temem alguma represália por parte de Biel e sua família, além de algum julgamento dos fãs do cantor. Mas resolveram tornar suas histórias públicas para encorajar outras possíveis vítimas a fazerem o mesmo.

A fotógrafa J, de São Paulo conta que foi escalada para cobrir o evento “Twerk Music festival”, no dia 24 de maio de 2015, então o auge da prematura carreira de Biel. Ele era uma das atrações do evento e expulsou a fotógrafa do palco, quando ela iria fotografá-lo ao lado do rapper Khalil. “Fiz fotos de pessoas que estavam ali pra curtir. O primeiro show rolou, a pessoa me recebeu no camarim e foi tudo de boa. O segundo show era do MC Biel e ele não me deixou chegar perto dele. Ficou trancado no camarim com algumas pessoas. No finalzinho da noite, um rapper americano, que era a atração desse evento, entrou no palco, e logo depois o Biel entrou. Pedi licença para o rapper para tirar uma foto e Biel me empurrou, pedindo que me tirasse de perto dele. As pessoas que estavam ali, assistindo, riram de mim, me senti muito humilhada”, conta J.

Divulgação Instagram

Num outro episódio foi da jovem L, de São José dos Campos. Ela e uma amiga foram convidadas por um colega de Biel para irem à uma festa junina na casa do funkeiro em Lorena, no dia 12 de julho de 2015. O próprio Biel tratou de buscá-las na rodoviária. A festa tinha poucos fãs e muitos amigos do rapaz. E familiares também. “Ele subiu num balcão, dançou cantou e eu fiquei no meu canto na hora das fotos. Ele desceu e quis saber por que eu não posei. Eu expliquei e ele não gostou. Mais tarde, já alterado, me empurrou para dentro de um banheiro e tentou transar comigo à força”, relata a estudante.

“Biel pegou minha cabeça com força e colocou na frente das partes íntimas dele. Comecei a gritar e pedi para ir embora. Ele abriu a porta do quarto, me empurrou. Minha bolsa ficou lá dentro. Implorei para ele abrir. Ele abriu, eu peguei a bolsa e ele fechou a porta na minha mão”.

Parece que o cerco está se fechando ao redor de Biel, cada vez mais mulheres se sentem livres para revelar o machismo do cantor. Enquanto isso ele se esconde  mora nos EUA há pouco mais de um ano.

Fonte: Jornal Extra

Deixa seu comentário

Viagens baratas

P.S. O HU te ❤

Você pode se interessar!