Curiosidades

No país da Copa 456 empregos são proibidos a mulheres!

A Copa do Mundo 2018 já começou e a gente já fica querendo saber tudo do país que a sedia, no caso a Rússia. Pesquisando um pouco descobrimos que no país 456 empregos são proibidos as mulheres . Isso mesmo você não leu errado. A alegação é que as ocupações seriam muito pesadas, perigosas ou nocivas à saúde das mulheres, sobretudo à sua saúde reprodutiva, segundo legislação russa. Para especialistas independentes da ONU, proibição é discriminatória e reforça estereótipos que cerceiam a liberdade das mulheres.

Iúlia Lazareva, 30 anos, desafiou as leis e é caminhoneira

Chama atenção o caso de Iúlia Lazareva, 30 anos. Nascida na cidade de Ievpatoria, na Crimeia, estudou direito e sonhava em ter seu próprio clube de equitação – que hoje é uma realidade. Seu primeiro cavalo foi um presente do padrasto, e hoje seu clube tem 20 animais. Mas quando conseguiu realizar o sonho, Iúlia começou a perceber outro: dirigir caminhões.

“Comecei com os cavalos, algo que meus amigos e familiares consideravam peculiar no início”, conta.

Em 2013, ela passou a dirigir caminhões profissionalmente e agora sua rota mais frequente é ade Moscou para a Crimeia e vice-versa.

Em 2014, ela criou um canal no YouTube, “Dirigindo caminhões com Iúlia Lazareva”, que agora tem mais de 160.000 assinantes. Um dos vídeos, que a mostra colocando seu Scania em uma balsa, tem mais de 1,8 milhões de visualizações.

Iúlia Kurakina (Iurova), 30 anos, engenheira assistente de trens

Para os especialistas independentes que integram o Comitê, a interdição “que se aplica a todas as mulheres, independentemente de sua idade, estado civil, habilidade ou desejo de ter filhos, constituiu uma violação dos direitos de Medvedeva a ter as mesmas oportunidades de emprego que os homens e a escolher livremente sua profissão”.

“É a teoria posta na prática do ‘quanto mais poder, menos mulheres’.

O respeito pela igualdade de gênero joga apenas em benefício da sociedade. Se pelo menos 30% dos postos de chefia fossem ocupados por mulheres, a política ganharia uma orientação mais social,  aumentam os gastos para atender às necessidades sociais, já que os homens gastam mais com a Defesa”, diz a presidente da União Social-Democrata das Mulheres da Rússia, Marina Milovanova.

Evguênia Korneva mais uma que rompeu as leis,estudou na Academia Marítima Estatal Almirante Makárov, em São Petersburgo

Já passou do tempo da Rússia rever sua legislação que institui essa proibição, bem como incentivos que promovam a entrada das mulheres nesse mercado de trabalho ainda interditado para elas.

Fonte: Exame

Deixa seu comentário

Comentar

Click here to post a comment

Viagens baratas

P.S. O HU te ❤

Você pode se interessar!